¡Entrega gratuita en compras superiores a 500€! Compruebe aquí el descuento correspondiente a su país.

Quando invernar, as vantagens da invernação e todo o processo detalhado para o ajudar a Invernar a sua piscina


Quando invernar a piscina?

Devemos preparar a invernação da piscina antes de o Inverno começar. É necessário preparar a piscina para as temperaturas mais baixas. Desta forma protegerá a sua piscina de geadas e outras formações da natureza associadas à estação do ano mais fria, pondo em prática todo o procedimento de Invernação.
Esta técnica permite adormecer a piscina durante os meses de inverno.
Com este adormecimento temporário da piscina, permitirá que a sua água se mantenha sã e pronta para quando chegar o momento de a reativar.

Tendo em conta que a invernação é um processo muito importante para a sua piscina é recomendável que a primeira invernação seja realizada sob a supervisão de um técnico, de forma a evitar qualquer problema associado.

invernar piscina

Porque invernar e quais as vantagens de invernar a piscina?

Como especialistas em manutenção de piscinas recomendamos a 100% a invernação da sua piscina. Uma das maiores vantagens é o aproveitamento da água durante todo o inverno para que não tenha de voltar a enchê-la toda de novo no Verão seguinte. Assim, conseguirá poupar na conta da água e para o meio ambiente.
A manutenção da piscina com os produtos mais adequados para este processo de invernação assegura a limpeza da água, tendo uma água saudável e transparente todo o ano. Ao tratar bem da sua piscina, poupará também na sua manutenção na época de verão posterior.
Assim, recomendamos a escolha de um produto invernador para a sua piscina adequado e de confiança para que este processo seja eficiente e duradouro.


Como invernar a piscina?

ANTES DE COMEÇAR A INVERNAÇÃO:

É importante que faça uma limpeza prévia, uma vez que se houver sujidade presente no momento em que se encerra a piscina, a probabilidade do aparecimento de bactérias e sobretudo algas, é muito elevada. Apesar de as bactérias e algas não se desenvolverem tão facilmente em baixas temperaturas, estas terão o inverno todo para o fazer, portanto mais vale prevenir.
Atenção para remover não só lixo de maiores dimensões, como folhas, mas escove também o revestimento, onde há uma grande concentração de sujidade.
Recomendamos a limpeza do fundo da piscina com um aspirador de piscina, seja ele manual, hidráulico ou elétrico.


TRATAMENTO DA ÁGUA DA PISCINA

Certifique-se que a água está em perfeitas condições, para isso comece por realizar um tratamento de choque com Cloro Shock da Ecopool ou Dicloro da CTX que irá atacar as partículas orgânicas da água prevenindo a excessiva concentração de cloro combinado.
Aguarde que o produto faça efeito cerca de 2 horas com a filtração em funcionamento. Analise o pH da água e confirme se está equilibrada: entre 7,2 e 7,4. Caso não esteja correto, pode corrigi-lo com um corretor como pH- dispoível das marcas CTX e ECOPOOL ou pH+ também dispoível das marcas CTX e ECOPOOL.


REDUZA O NÍVEL DA ÁGUA

Um dos passos indispensáveis é a Redução do nível da água da piscina. Recomendamos que o nível da água fique na altura minima do skimmers. Com as baixas temperaturas do Inverno, a água da piscina poderá expandir-se e poderá danificar o plástico dos skimmers e até dos azulejos. Atualmente, existem skimmers em bronze e em INOX com alta qualidade e mais resistentes dos que os skimmers de plástico.


ADICIONE UM PRODUTO DE INVERNAÇÃO

Existe um produto específico muito utilizado para o processo de invernação, chamado Invernador (IVERNET 6M). Este produto atua como um bactericida, impedindo o aparecimento de algas, bactérias e fungos na água da piscina. O momento ideal para despejar este produto será quando a piscina atingir os 15ºC de temperatura.
Pode dosear o produto no tanque da piscina com o sistema de filtração em funcionamento, aguarde uma hora com o sistema de filtração ativo para que o produto seja eficaz e bem distribuido em toda a água.
Atenção: Podem existir possíveis incompatibilidades entre as substâncias já presentes na água e o tratamento de inverno a aplicar. De igual modo, é importante não ignorar as especificidades da região do país onde se encontra situada a piscina.
É importante repetir a adição do Invernador a meio da temporada invernal. Se as temperaturas forem mais elevadas do que o habitual, na época de Invernação, deverá aumentar as doses de produto químico.

DICA: É importante não adquirir produtos químicos de marca branca ou alguma marca desconhecida.


DRENE A BOMBA, O FILTRO E OS TUBOS DA PISCINA

Antes de desligar todo o sistema Hidráulico é fundamental que limpe cuidadosamente o filtro da piscina. Existem 3 tipos de filtros: Cartucho, Areia e Diatomite. Siga as instruções do Filtro correspondente ao da sua piscina.

Filtro de Cartucho
Deve retirar os cartuchos para que sejam lavados com uma solução ácida. Posteriormente, deve escová-los cuidadosamente e examinar o seu estado. Caso isso se justifique, deve fazer a sua substituição, de forma a evitar a ocorrência de danos durante a época de verão.

Filtro de Areia
Alguns detritos como cabelos, acumulam-se durante todo o Verão com a utilização diária. Caso não saiam com lavagens simples, é necessário eliminar com a introdução de um produto químico especifico. Este produto ajudará na boa conservação da areia no ano seguinte. Também poderá haver a necessidade de substituir a Areia do filtro de 4 e 4 anos.

Filtro de Diatomite
Para eliminar as diatomites é fundamental proceder a uma lavagem prolongada, repetindo várias vezes.
Contudo, não é apenas a bomba que deve ser desligada durante a invernação: todos os equipamentos extra como os robots de limpeza, sistemas de aquecimento, fontes ou cascatas devem ser desligados durante o período de Invernação. Para além de ajudar a economizar na conta de energia elétrica, evitará também o desgaste prematuro do equipamento.


COLOQUE A COBERTURA

Por fim, para evitar que caia sujidade na piscina, é recomendável utilizar uma Cobertura de Inverno. É necessário que verifique a piscina regularmente de forma a impedir que a água se acumule no topo da cobertura e certifique-se que a piscina se encontra sempre devidamente protegida.
No caso de não ter uma cobertura e não pretender adquirir, é imprescindível fazer manutenção da sua piscina, removendo com regularidade folhas e resíduos diversos que se vão depositando na piscina. Esta tarefa deverá ser efetuada ao longo do inverno, utilizando para isso um apanha folhas.
Os apanha-folhas são um acessório muito útil pois os resíduos podem levar ao entupimento total da canalização de aspiração e do filtro. Isto pode acontecer devido à decomposição das folhas, insetos e outros detritos do género.
Importante: Não deixe a Cobertura de Verão na água durante o Inverno. O gelo ou a geada poderão levar à sua deterioração.
É viável não invernar a piscina APENAS nos casos em que o frio intenso não se prolonga por muito tempo, que não será o caso de países da Europa. Neste caso poderá manter a sua filtração em funcionamento por 2 a 3 horas por dia. Em países mais quentes como a água em circulação não congela, poderá manter a piscina em perfeitas condições.

Cobertura de inverno



COMO INVERNAR PISCINA DE SAL?

Se a temperatura da água for superior a 15ºC, deverá utilizar o equipamento durante as horas suficientes, uma vez que quanto mais baixa a temperatura for, menos horas de filtração serão precisas para manter o cloro entre 0,5-1,0 ppm, ajustando o pH entre 7,2-7,4, manual ou automaticamente.
Se a temperatura da água for inferior a 15ºC, deverá começar por desligar a eletrólise de sal e extrair a célula geradora de cloro, limpá-la com Desincrustante de células eletrolíticas para eliminar as incrustações que possam ter ficado nas placas.
Depois, deverá guardar a célula geradora de cloro num sítio seco. Se contar com um equipamento de controlo e regulação de pH/Rx, deverá extrair, com muito cuidado, os eletrodos (sonda) de pH e/ou Redox, colocá-los numa solução de conservação na embalagem original ou num recipiente em lugar seco e protegido de alterações climáticas. Os eletrodos de pH e Redox são submetidos a um “envelhecimento” natural, dependendo do uso que se lhes der. A vida útil é de 6 meses a 2 anos.
Após este processo, deverá seguir o tratamento clássico de invernação
Logicamente, todo este processo torna-se demorado e muito trabalhoso, mas irá prolongar bastante a vida útil da sua piscina. E como em qualquer outra tarefa, pode sempre recorrer aos serviços profissionais de uma empresa com técnicos especializados.

Sem esquecer que a melhor solução para os problemas e para poupar é sempre Prevenindo! Durante o período em que a piscina estiver desativada, pode contar com produtos de qualidade para o tratamento e para o preparo da água da sua piscina!